32 perguntas engraçadas e bastante curiosas (com respostas)


Fizemos uma lista com perguntas engraçadas e curiosas. Algumas delas fazem sentido e admitem algum tipo de resposta. Outras são sem sentido, quase absurdas. Vamos ver quais são as perguntas e quais as respostas que demos a elas?

1. Se alguém esbofeteia outra pessoa com um dicionário, isso é considerado agressão física ou verbal?

Apesar do dicionário estar repleto de palavras e até xingamentos pesados, a agressão é mesmo física. Dependendo do tamanho do dicionário, pode até machucar.

2. Qual o jeito certo de encaixar o papel higiênico no suporte: para cima ou para baixo?

Dos dois jeitos funciona bem. Talvez não haja uma resposta certa para isso. 

3. Sereias são mamíferos ou põem ovos?

Se as sereias são metade mulher, metade peixe, faz sentido que nos perguntemos se elas são ovíparas, como a grande maioria dos peixes, ou vivíparas, como os seres humanos. Mas há uma pergunta anterior a essa: sereias existem?

4. Se dois leitores de mentes lerem as mentes um do outro ao mesmo tempo, qual a mente que eles estão realmente lendo?

Deu um bug em você também?

5. Se nada adere ao teflon, como o teflon adere à frigideira?

O verdadeiro nome do material que reveste o interior de algumas panelas e frigideiras é politetrafluoretileno, conhecido por seu poder antiaderente. Para grudar esse material na panela, há mais de uma técnica. Uma delas é a sinterização, que consiste no aquecimento extremo do material, que a seguir é comprimido na superfície do objeto.    

6. Se você roubou uma caneta de um banco, é um assalto a banco?

Depende de quem era o dono da caneta. Se o dono da caneta for algum cliente do banco, a resposta é não. Mas se o dinheiro usado para comprar a caneta saiu dos cofres do banco, a resposta é sim. 

Mas falando sério: não é certo roubar canetas, sejam elas compradas por quem for. 

7. Se o pato perde a pata, ele fica manco ou viúvo?

De que pata você está falando?

8. Se você deixar cair sabão no chão, o chão está limpo ou o sabão está sujo?

As duas coisas. O local exato onde caiu o sabão ficou limpo. Mas é inevitável que alguma sujeirinha tenha ficado na superfície da barra de sabão. 

9. Se você dissesse a alguém para “ser um líder e não um seguidor”, essa pessoa não se tornaria um seguidor seguindo seu conselho?

Sim, é verdade. Mas uma coisa não impede a outra. O fato de uma pessoa ser líder, seja de uma empresa ou de um país, não quer dizer que ela não segue conselhos. Mesmo os maiores líderes mundiais recorrem a conselhos e opiniões alheias antes de tomar decisões importantes.  

10. Quem fecha a porta do ônibus quando o motorista desce?

Sabemos que o botão que aciona as portas do ônibus fica no painel do veículo. Portanto, faz sentido perguntarmos: afinal, quem é o último a fechar a porta? 

Há uma chave de emergência localizada no capô dianteiro que serve tanto para fechar quanto para abrir a porta do ônibus. Vivendo e aprendendo. 

11. Por que o shampoo tem a tampa para cima e o condicionador para baixo?

Isso tem a ver com a densidade dos produtos. O condicionador é mais espesso que o shampoo. Sendo assim, é mais fácil coletar o condicionador se todo o produto estiver concentrado próximo do orifício de saída. Você nunca deixou a embalagem do detergente virada para baixo quando o detergente está no fim?  

12. Nossos animais de estimação também têm nomes para nós?

Nunca experimentei perguntar ao meu cãozinho se ele tem um nome para mim.

13. Por que quando as coisas ficam molhadas ficam mais escuras, embora a água seja incolor?

Isso tem a ver com a reflexão da luz no objeto molhado. Nada tem a ver, portanto, com a cor ou a falta de cor da água, mas com o fato da presença da água num determinado material (como um tecido de algodão ou a areia) fazer com que haja menos reflexão da luz. Se há menos reflexão, há maior penetração da luz, dando aos nossos olhos a impressão de que o objeto ficou mais escuro.   

14. Por que há desenhos do Sol usando óculos escuros quando o objetivo dos óculos escuros é justamente proteger os olhos da luz do Sol?

É preciso fazer essa pergunta aos desenhistas, que não devem estar muito preocupados com isso. Para eles, o que vale é o estilo do desenho. 

15. Por que as rosas são vermelhas e as violetas são azuis?

Há um problema básico nessa pergunta: uma coisa é a cor, outra coisa é o nome da flor. Há rosas amarelas, azuis, brancas, vermelhas… Há violetas lilases, brancas, azuis… Violeta e rosa são os nomes das flores, independentemente das cores que elas têm.  

16. Por que os fabricantes de comida para cachorro anunciam o sabor da ração? Quem realmente testa a comida para dizer que a ração tem aquele sabor específico?

Não é preciso provar um alimento para saber mais ou menos o gosto que ele tem. Se um fabricante adiciona um ingrediente qualquer a uma fórmula de ração, é de se imaginar que essa ração adquira o gosto do ingrediente adicionado.

Por isso, se uma ração é feita à base de carne, o fabricante pode tranquilamente anunciar na embalagem “sabor carne”, sem que alguém precise provar a ração. 

17. Noé tinha pica-paus na arca? Se ele fez isso, onde ele os guardou?

Noé deve ter inventado um compartimento especial em sua arca para o casal de pica-paus, a fim de evitar que esses bichinhos furassem o casco de madeira. Já pensou botar tudo a perder por causa de dois pica-paus?

18. Por que o medo de palavras longas, hipopotomonstrosesquipedaliofobia, é um nome tão longo?

Há fobias bastante curiosas. Uma delas é a fobia ou medo de pronunciar palavras grandes. Curiosamente, o nome da fobia é gigantesco: 33 letras! Quem sofre de hipopotomonstrosesquipedaliofobia tem que manter distância de textos (como este) que mencionem essa palavra. 

19. Por que as pizzas, que são redondas, vêm em caixas quadradas?

Não temos uma resposta definitiva para isso, mas a hipótese mais plausível é a de que as caixas quadradas são mais fáceis e mais baratas de fabricar. Além disso, o fato delas serem quadradas facilita o empilhamento. 

20. No cinema, qual apoio de braço é o meu?

Se você for esperto, os dois apoios podem ser seus. 

Mas falando sério: as salas de cinema poderiam resolver esse antigo problema fazendo apoios exclusivos para cada assento. 

21. Se um vampiro morde um zumbi, o zumbi vira vampiro ou o vampiro vira um zumbi?

No universo dos filmes de terror, talvez zumbis e vampiros jamais tenham se encontrado. E, caso se encontrem, dificilmente um vampiro, que gosta de sangue fresco, investirá contra um morto-vivo, cujo sangue está longe de ser fresco... 

Sabemos que zumbis infectam outras pessoas através de mordidas e arranhões. Caso um vampiro se interesse pelo sangue de um zumbi (o que é pouco provável), faz sentido supor que, no ato da mordida, o zumbi consiga desferir ao menos um arranhão no vampiro.

Portanto, em tese, os dois seriam infectados: o zumbi viraria vampiro, e o vampiro viraria zumbi. Mas como ambos são mortos-vivos, não sabemos se essa troca de papéis é possível. 

22. Se você escreve um livro sobre o fracasso e ele não vende, pode-se dizer que o livro foi um sucesso?

Claro que não. Embora o tema do livro seja “fracasso”, o objetivo dos escritores é sempre vender livros. 

23. Se um nadador sincronizado se afogar, os outros também se afogam?

É evidente que os outros vão ajudar. 

24. Por que os turistas vão ao topo de prédios altos e depois colocam dinheiro em telescópios para ver de perto as coisas no chão?

Os turistas não sobem em miradouros e usam telescópios para olhar necessariamente para o chão. Há toda uma vista a ser explorada, e o ângulo de visão completamente novo (a chamada vista panorâmica) é o que faz valer a pena esse tipo de passeio.  

25. Se o sapato de cristal da Cinderela encaixa perfeitamente no pé dela, por que ela perdeu o sapato?

Cinderela perde o sapato quando, após as doze badaladas, sai em disparada pela escadaria do castelo. O fato de estar correndo desesperada, com medo de que toda a fantasia se acabasse exatamente em frente ao príncipe, justifica a perda do sapato. Vai dizer que você nunca perdeu o chinelo correndo por aí?

26. Por que a segunda-feira está tão longe da sexta-feira, e a sexta está tão perto da segunda?

Quando chega a segunda-feira, a sexta-feira parece um sonho distante, quase impossível… 

27. Por que “tudo junto” se escreve separado e “separado” tudo junto?

Pelo mesmo motivo pelo qual “grande” tem 6 letras e “minúsculo” tem 9 letras. 

28. Há diferença entre andar rápido e correr devagar?

Sim, há diferença. A corrida, seja ela rápida ou não, faz com que ambos os pés, em alguns momentos, não estejam em contato com o chão. Já na caminhada, ainda que rápida, nossos pés estão mais em contato com o chão. Faça o teste e verá.   

29. Se você fosse um Transformer, precisaria de seguro de carro ou plano de saúde?

Nem uma coisa nem outra. Transformers são robôs alienígenas. Portanto, não são seres humanos nem carros, embora sejam capazes de transformar seus corpos em veículos. 

30. Se jogos violentos deixam as pessoas mais violentas, Banco Imobiliário deixa as pessoas ricas?

Em primeiro lugar, não há evidências científicas que confirmem a correlação entre jogos de videogame e comportamentos violentos. Em entrevista à CNN em 2020, o pesquisador da Universidade de Oxford Andrew Przybylski, que é especialista em mídias digitais, afirmou, com base em estudos recentes, que não há relação de causa e efeito entre o hábito de jogar games violentos e comportamentos agressivos. 

Em relação ao Banco Imobiliário, é difícil responder. Alguns jogos proporcionam situações de aprendizagem. O Banco Imobiliário, por exemplo, pode nos proporcionar ensinamentos básicos de matemática, educação financeira, ou mesmo nos fazer compreender como funciona a especulação imobiliária. Se esses aprendizados podem ajudar alguém a ficar rico é uma outra história.   

31. Como se chamam a montanhas-russas na Rússia?

Na Rússia, elas se chamam “montanhas-americanas”, já que os EUA são, há algum tempo, referência nesse tipo de entretenimento. O que deu origem ao nome “montanha-russa” é o fato desse brinquedo, como o nome sugere, ter surgido na Rússia entre os séculos XV e XVI. Claro que naquela época a coisa era bem mais simples. Séculos antes das grandes e complexas estruturas de aço, os russos brincavam em tobogãs de madeira e usavam blocos de gelo para escorregar. 

32. Se um gesto vale mais do que mil palavras, quanto ele custa?

Primeiro é preciso estipular quanto valem mil palavras.

Veja também: