Demônio do Natal? Conheça Krampus, o ajudante mau do Papai Noel


Provavelmente alguém já te contou a história do Papai Noel quando você era criança, mas você já escutou sobre o seu ajudante com chifres, Krampus?

Krampus é uma criatura meio-cabra, meio-demônio, que ajuda o Noel a lidar com as crianças malcriadas. De acordo com o folclore europeu, enquanto o Papai Noel dá bons presentes e alegria para crianças, Krampus persegue os maus com chicotes e correntes.

Krampus, cujo nome é derivado da palavra alemã krampen, que significa "garra", é dito ser o filho de Hela, a deusa do Reino dos Mortos na mitologia nórdica. Essa criatura também possui características em comum com outras criaturas assustadoras da mitologia grega, como os sátiros e faunos.

Mas quem criou essa história tão terrível e assustadora para as crianças?

Krampus e Papai Noel
Krampus e Noel visitam as crianças durante o natal

A lenda faz parte de uma tradição de natal de séculos na Áustria, onde as comemorações de Natal começam no início de dezembro. Nesse cultura, Krampus é tão importante quanto o próprio Papai Noel.

De acordo com o folclore, se uma criança não se comportasse bem, Krampus iria até a sua casa na noite anterior a 6 de dezembro, conhecido como Krampusnacht, para punir a criança má. A criatura era conhecida por chicotear crianças com varas de vidoeiro e jogá-las dentro de uma cesta para levá-las ao inferno por um ano.

Os pais usam a história de Krampus para ameaçar seus filhos durante todo o ano, e fazem com que a assustadora criatura realmente apareça em suas casas se as crianças não respeitarem as ameaças. 

Então, quando o Papai Noel aparece junto com seu demônio ajudante, ele começa a ler uma lista de cada malcriação que o filho cometeu durante o ano. Enquanto isso, as crianças tremem de terror sobre o olhar atento de Krampus.

A história dessa criatura se espalhou para outros países europeus, onde ele é conhecido por diferentes nomes, como Knecht Ruprecht, Perchten, Zwarte Piet, Schmutzli, Pelznickel e Klaubauf.

Embora não seja confirmado, muitos acreditam que essa tradição tenha começado quando os mouros invadiram as cidades europeias, sequestrando os locais e vendendo-os para a escravidão.

E como é a aparência do Krampus?

Aparência do Krampus

Krampus aparece em muitas variações, mas a maioria compartilha algumas características físicas comuns. Esse demônio é descrito como uma criatura peluda, geralmente marrom ou preta, com chifres de cabra, dentes pontiagudos e uma língua comprida.

Ele também carrega correntes e varas para bater nas crianças. A lenda diz que essas correntes simbolizam uma ligação com o diabo da Igreja cristã, e os ramos de vidoeiro são provenientes de antigos ritos de iniciação pagãos.

A celebração da Noite de Krampus

Noite do Krampus

Krampusnacht, ou Noite de Krampus, é uma antiga tradição austríaca que também é celebrada na Alemanha, Hungria, Eslovênia e República Tcheca, onde o São Nicolau (que seria o nosso Papai Noel), vem para a cidade trazendo consigo vários demônios.

A maioria das cidades alpinas possui um Krampuslauf anual, ou Corrida de Krampus, um desfile que geralmente ocorre no dia 5 de dezembro, a noite anterior à festa de São Nicolau. Nessa festa, qualquer um pode se vestir como Krampus, e as máscaras usadas são feitas de madeira, tipicamente artesanais e absolutamente aterrorizantes.

Mascaras de Krampus
Máscaras de Krampus

Mas essa nem sempre foi uma tradição europeia aceita, sendo banida algumas vezes. A Igreja Católica chegou a proibir as celebrações por um tempo, e no início do século XX o ritual foi proibido pelo governo fascista austríaco, pois era considerado uma criação dos social-democratas. No entanto, a tradição foi revivida com a queda do governo após a Segunda Guerra Mundial.

Nesses desfiles, diversos homens jovens se vestem como Krampus, marchando nas ruas, batendo sinos e assustando os curiosos. Mais de 1200 austríacos se reúnem na cidade de Schladming a cada ano para se vestir como o demônio do natal.

Pensinique: a versão brasileira do Krampus

No Brasil, algumas cidades do sul que tem uma maior influência alemã, também possuem as suas próprias versões da criatura. Lá ele é conhecido por Pensinique, uma variação de Pelznickel, como ele é chamado no sul da Alemanha.

Porém, sua aparência no Brasil é um pouco diferente: ele se veste de roupas velhas, tem cabelo de palha e carrega um saco em suas costas. Segundo o folclore, nesse saco o Pensinique guarda instrumentos para assustar as crianças, e ele o usa para levar as mais malcriadas consigo. 

Essa criatura era utilizada para amedrontar as crianças até a década de 1950, e sua história lembra bastante outra criatura do nosso folclore, conhecida como “andarilho”, ou “homem do saco”.

E você, já tinha ouvido falar da lenda do Krampus? Aposto que depois de conhecer a história desse demônio o seu natal nunca mais será o mesmo!