Conheça 18 fenômenos naturais que representam a força da natureza


Fenômenos naturais são acontecimentos que não têm a intervenção humana. São todos os eventos da natureza, desde um arco-íris até um tsunami. Assim, fenômenos naturais podem ser fascinantes, mas também podem ser desastres naturais.

Organizamos uma lista de 18 fenômenos naturais, com informações, curiosidades, fotografias e vídeos, para que você possa visualizar do que a natureza é capaz.

Fenômenos naturais raros e inacreditáveis

Aqueles fenômenos que você vai se perguntar várias vezes como é possível que existam. Alguns deles vão entrar na sua lista de lugares para conhecer! ?

1. Grande buraco azul em Belize

Ima
Imagem aérea do buraco azul em Belize

Com 124 metros de profundidade e 300 metros de diâmetro, a 64 quilômetros da costa, esse enorme buraco está localizado em Belize, país da costa leste da América Central.

A expedição Blue Hole Belize 2018 identificou que, no passado, a denominada caverna submarina não estava embaixo da água.

2. Aurora Boreal e Austral

Imagem 2
Acontecimento da Aurora Boreal nas cores verdes

Resumidamente, um fenômeno incrível de luzes coloridas e brilhantes que dançam no céu.

De modo mais científico, é possível descrever a aurora como uma interação entre a camada magnética da terra e as partículas energizadas oriundas do vento solar. Esse fenômeno só é possível de ser visto nas regiões polares, sendo denominado de austral no polo sul e de boreal no polo norte.

A variação de cores é explicada pela irradiação dos diferentes íons. A cor mais facilmente visível é o verde!

Uma curiosidade sobre a aurora boreal é que nem sempre o que vemos nas fotografias é a mesma imagem que veremos ao vivo. A razão disto é que, pelo tempo de exposição da câmera fotográfica, é possível de ela captar mais intensamente, enquanto nós, a olho nu, vemos as cores de forma mais fraca. Mas não se decepcione, é um evento lindo, com câmera ou sem câmera!

3. Blautopf

Blautopf
Blautopf

Traduzido do alemão, "Blautopf" significa tampa azul.

Localizado na Alemanha, próximo à cidade de Ulm, esse lago tem uma cor azul impressionante. Com uma profundidade estimada de 22 metros, ele tem cavernas subterrâneas no seu fundo.

Estudos afirmam que a cor da água tem relação com o fato de ser uma região de montanhas com pedras de calcário, que, ao caírem e serem decompostas no lago, permaneceram no seu fundo. Assim, quando a luz solar entra em contato com o lago, são gerados espectros de luz azul.

4. Bioluminescência nos mares

Imagem 1
Bioluminescência capturada em foto

Imagine um mar iluminado de azul! Conseguiu? Isto é a bioluminescência.

Esse fenômeno pode ocorrer em praias que tenham algumas espécies de fitoplâncton (comunidades de microrganismos fotossintetizantes). Quando recebem o contato com as ondas na beira do mar, é gerado o processo da bioluminescência, em que a energia química é transformada em energia luminosa. A água do mar fica, então, fluorescente.

Se quiser visualizar com mais detalhes, olhe esse vídeo:

5. Espelho d’água no Salar de Uyuni

Imagem 1
Salar de Uyuni na época seca x Salar de Uyuni na época de chuva quando se torna um espelho natural

O Salar de Uyuni na Bolívia já é incrível por si: o maior deserto de sal do mundo. Na época de chuva, ele pode ficar ainda mais fantástico e tornar-se um verdadeiro espelho natural, que reflete o céu.

Olhe as fotografias e sonhe com esse paraíso que é real.

6. Sol da meia-noite e Noite polar

Imagem 1
Sol da meia-noite na Noruega

Esse fenômeno é específico das regiões polares (Círculo Polar Ártico e Círculo Polar Antártico). O Sol da meia-noite e a Noite polar estão relacionadas com o eixo de inclinação da Terra em relação ao Sol.

O Sol da meia-noite é quando o Sol fica durante 24 horas visível. Ocorre nos meses de verão.

A Noite polar é o contrário, tendo, então, 24 horas sem Sol. Ocorre nos meses de inverno.

7. A migração de caranguejos vermelhos na Ilha de Christmas

Imagem 1
Imagens que retratam a migração dos caranguejos

Entre os meses de novembro e janeiro, cerca de 100 milhões de caranguejos migram das florestas em direção ao Oceano Índico para colocar seus ovos.

O fenômeno, que ocorre na Ilha australiana de Christmas, mobiliza toda a região, que chega a fechar estradas e ruas para facilitar a locomoção dessa enorme quantidade de caranguejos. Há, inclusive, a criação de pontes de plástico para facilitar o acesso dos animais ao mar e evitar acidentes.

O evento anual reúne turistas curiosos em conhecer essa bela movimentação da natureza pela reprodução e continuação das gerações.

Quer conferir um pouco mais da migração? Aqui disponibilizamos um vídeo:

8. Arco-íris lunar

Imagem 1
Acontecimento do arco-íris lunar

Para a ocorrência de um arco-íris é necessário o cruzamento da luz com partículas de água no ar. Esse processo é mais comum pela irradiação da luz solar. Entretanto, a luz refletida pela Lua também é capaz de produzir o fenômeno, que é, porém, menos frequente de ser visto.

Leia também: Arco-íris: desvendando 10 mitos sobre esse fenômeno

9. Olho do Saara

Imagem 1
Imagem de Satélite do "Olho do Saara"

Denominado de “Olho do Saara”, “Olho da África” e estrutura de Richat, esse círculo de cerca 50 quilômetros de diâmetro intriga até hoje cientistas. Há estudos que apontam que a formação circular é proveniente do impacto de um meteorito ou, ainda, de uma erupção vulcânica atípica.

O mais curioso dessa estrutura é que, observado por astronautas, fica bastante visível o formato do olho, com espirais ao redor.

10. Flores de gelo

Imagem 1
Imagem das flores de gelo

Essas formações em flores podem ocorrer em cima do mar ou de lagos congelados, sendo necessárias temperaturas baixíssimas para que se formem, aproximadamente -22° C. As flores são formadas de salmoura e umidade atmosférica congelada.

11. Desertos floridos

Imagem 1
Acontecimento da superflorescência no Atacama

Poderia ser um jardim maravilhoso, mas não se confunda: este é um deserto.

A superflorescência pode ocorrer em alguns desertos do mundo e, no caso da foto, retrata o Atacama, deserto localizado no Chile. Durante esse acontecimento, é possível ver diversas espécies de plantas florindo.

O raro fenômeno depende de condições climáticas específicas, com a necessidade de ocorrência de chuva durante a época da primavera para possibilitar a germinação das sementes.

No caso do Atacama, essa região árida é conhecida, durante o evento, como desierto florido (deserto florido).

12. Montanhas coloridas

Imagem 1
Montanhas coloridas no Peru

Há algumas montanhas coloridas espalhadas pelo mundo, como é o caso das localizadas na China e no Peru.

A formação dessas diversas cores, que as fazem ser chamadas de montanhas arco-íris, tem relação com características climáticas e geológicas de cada região, com a ocorrência de ações entre minerais em contato com a água e o vento.

Se quiser conferir com mais detalhe:

Fenômenos naturais com impactos ambientais

São impressionantes e muitas vezes causam destruição. Destes você vai querer passar longe! ?‍♂️

13. Relâmpagos vulcânicos

Imagem 1
Cargas elétricas durante uma atividade vulcânica

Ocorrem nos vulcões, no momento de atividade vulcânica. Conforme estudos apontam, é um processo que se origina da colisão entre partículas de gelo na nuvem, fragmentos de rochas e cinzas, gerando cargas elétricas.

Só de olhar as fotos já dá um pouco de medo: erupções vulcânicas e relâmpagos juntos! Não, obrigada.

14. Vulcão Ijen com chamas azuis

Imagem 1
Vulcão Ijen com as chamas azuis

Ijen é um complexo vulcânico localizado na Indonésia. O fenômeno de chamas azuis, visível durante a noite, ocorre em razão do gás sulfúrico arder a temperaturas de cerca de 600 °C.

Mineradores que extraem enxofre das reservas encontradas na cratera do vulcão trabalham sob esta luz para escapar do calor diurno. Ainda, por incrível que pareça, há turistas destemidos que vão até lá conferir esta cor das profundezas quentes.

É também no Ijen que se localiza o maior lago ácido do mundo! O apresentador de televisão canadense George Kourounis registrou, numa aventura dentro de um bote no lago, medições de pH entre 0,5 junto às margens e 0,13 no meio. Isso quer dizer que pode dissolver até metal, ok? Haja ácido sulfúrico!

15. Pororocas

Imagem 1
Surfistas nas pororocas na Amazônia

Esse fenômeno acontece na região da Amazônia no Brasil. Ocorre pelo encontro do mar com o Rio Amazonas e afluentes do litoral, formando ondas que continuam a percorrer pelo rio contra a correnteza.

Há alguns corajosos surfistas que se aventuram a surfar por essas águas:

16. Tsunamis

Imagem 1
Forte tsunami que atingiu o Japão em 2011

Ondas gigantescas que ocorrem nos oceanos. Os tsunamis são originados da movimentação de placas tectônicas que existem abaixo dos oceanos. Erupções vulcânicas e deslizamento de terras submarinos no oceano também podem causar o fenômeno.

Os tsunamis são famosos por já terem causado muitos desastres pelo mundo!

17. Syvash, conhecido de mar podre

Imagem 1
Imagem aérea do Syvash

Localizado na Ucrânia, Syvash é um conjunto de lagoas salgadas e rasas. É denominado de “mar podre” em razão do cheiro ruim que exala no verão. A cor rosada que aparece em algumas de suas lagoas é devido a uma espécie de algas.

18. Tempestades de areia

Imagem de uma tempestade de areia
Imagem de uma tempestade de areia

É uma formação de grande massa de partículas de poeira que se desloca por fortes ventos, tendo altitudes com até 3 metros e, em raras exceções, até 5 metros. A principal diferença entre tempestades de areia e de poeira é que, na de areia, há partículas maiores de rochas.

Ocorrem principalmente no verão e na primavera, em climas áridos.

E aí, gostou? Quais fenômenos naturais mais te surpreenderam?!

Se continuar curioso(a), recomendamos a leitura do seguinte artigo:

Super lua, lua azul, lua sangrenta: Conheça os fenômenos da lua cheia