Efeito Mandela: significado, origem e 10 exemplos curiosíssimos dessa teoria


O Efeito Mandela é uma teoria que explica a origem e o mecanismo de funcionamento de memórias coletivas alternativas. Por exemplo: algumas pessoas se lembram de ter assistido ao filme Shazaam nos anos 90, estrelado pelo comediante norte-americano Sinbad. Mas o fato é que esse filme jamais foi gravado.

Para quem acredita na teoria, essa e outras memórias teriam origem em outras dimensões, onde fatos como esse realmente aconteceram. Haveria, portanto, uma dimensão paralela onde o filme Shazaam não só foi gravado como bombou nos cinemas do mundo todo.

Já para quem não acredita, o Efeito Mandela nada mais é do que mais uma das diversas teorias da conspiração que se popularizaram na internet nos últimos anos, como os reptilianos e os Iluminatti.

Origem da teoria do Efeito Mandela

Nelson Mandela
O líder político sul-africano Nelson Mandela, falecido em 2013.

No início dos anos 2000, Fiona Broome, escritora e pesquisadora norte-americana de fenômenos paranormais, introduziu o assunto numa edição da Dragon Con, convenção nerd que acontece anualmente em Atlanta, nos EUA. Nessa conversa, Broome descobriu que ela não era a única que pensava que Nelson Mandela havia morrido na prisão nos anos 80. Outras pessoas que participavam do papo compartilhavam dessa mesma lembrança.

Vamos aos fatos: Mandela saiu da cadeia em 1990 e foi eleito presidente da África do Sul em 1994. Portanto, não morreu nos anos 80, como algumas pessoas pensam, mas em 2013, aos 95 anos.

E você? Também achava que o Nelson Mandela tinha morrido nos anos 80? Se sim, saiba que você não é o único.

Talvez tenha sido ela a cunhar o nome. Não se sabe ao certo. O fato é que em 2009, Broome criou um site dedicado ao assunto. Isso fez com que muitas pessoas passassem a compartilhar suas experiências de memórias alternativas. Em pouquíssimo tempo, a coisa viralizou na internet.

Possíveis explicações para o Efeito Mandela

Fiona Broome não gosta que falem que essas memórias são falsas. Também não curte a ideia de teoria da conspiração. Para ela, essas memórias alternativas são reais, e as pessoas mundo afora que dizem ter experimentado o Efeito Mandela devem acreditar nelas.

Segundo ela mesma diz em seu site oficial, tudo o que até agora foi dito sobre o Efeito Mandela não passa de especulação. Mas há duas hipóteses que para ela fazem mais sentido. Pseudociência? Ela garante que não.

1. Universos paralelos ou teoria do multiverso

Universos paralelos

O Efeito Mandela seria resultado da intersecção de universos paralelos. Ou seja: a realidade em que vivemos não é a única. Há diversos mundos simultâneos. E esses mundos de vez em quando se cruzam, se tocam. Às vezes transitamos de um universo para o outro sem nos darmos conta de que fizemos isso.

Assim, o Efeito Mandela nada mais seria do que a lembrança de alguma coisa que de fato aconteceu, mas não na nossa realidade. Deu pra entender? Segundo essa teoria, Mandela realmente morreu nos anos 80, só que em outra realidade. E se algumas pessoas têm essa memória, é porque elas de alguma forma acessaram ou "deslizaram" para esse universo paralelo, ainda que não tenham consciência disso.

Acha isso loucura? Então leia a outra explicação.

2. Vivemos num Holodeck

Holodeck

Quem curte ficção científica talvez já tenha ouvido falar em Holodeck. O termo surgiu na série de TV dos anos 60 Star Trek, que fez muito sucesso no Brasil com o nome Jornada nas Estrelas. Trata-se de um ambiente virtual de simulação de realidades. Já assistiu ao filme Matrix? Holodeck e Matrix têm tudo a ver.

A ideia básica dessa teoria é a de que a nossa realidade é uma fraude sensorial produzida pela tecnologia. Nada é real. Vivemos numa Matrix - numa "caverna" de sensações. Sem saber, vivemos numa realidade virtual, controlada por sabe-se lá quem. E as falsas memórias nada mais seriam do que falhas ou bugs nesse grande e complexo programa de computador - que nada mais é do que a nossa própria realidade.

10 exemplos famosos

1. Nelson Mandela morreu nos anos 80

Foi daí que surgiu a teoria. Tanto que ela acabou levando o nome do político sul-africano. Teoria da conspiração? Desinformação? Ignorância política? Quem acredita na teoria realmente acha que Nelson Mandela morreu enquanto estava na prisão, nos anos 80. Mas isso não teria acontecido na nossa realidade.

2. Leonardo DiCaprio ganhou um Oscar antes de 2016

Leonardo DiCaprio

Você acha que o Leonardo DiCaprio ganhou seu primeiro Oscar só em 2016, quando foi premiado pela atuação no filme O Regresso? Há pessoas que dizem se lembrar de outros prêmios antes desse. Seria mais uma experiência de Efeito Mandela?

3. Shazaam foi um filmaço! Você não viu? Como assim?!

Pessoas garantem que assistiram a um filme nos anos 90 chamado Shazaam. Lembram-se até do protagonista: David Adkins, mais conhecido como Sinbad. Se você não viu, não sabe o que está perdendo. Será que ainda está em cartaz numa outra dimensão?

4. O Pensador, de Auguste Rodin

O Pensador Rodin

A mão está apoiada na testa ou no queixo? Algumas pessoas juram se lembrar de que é na testa. Mero engano? Elas dizem que não. Talvez o escultor francês tenha esculpido assim numa outra realidade ou seja mais um exemplo de bug na Matrix, vai saber...

5. "Os fins justificam os meios", como disse Nicolau Maquiavel

Algumas pessoas garantem ter lido essa frase no clássico O Príncipe, publicado pela primeira vez em 1532. A verdade, no entanto, é que Maquiavel nunca escreveu essa frase, embora ela possa ser usada para sintetizar alguns aspectos do seu pensamento político.

6. Looney Toons ou Looney Tunes?

Esse exemplo é dado pela própria Fiona Broome em seu site. A famosa série de animação norte-americana se chama Looney Tunes, embora muitas pessoas jurem de pés juntos que se lembram do segundo nome ser Toons. Seria o Efeito Mandela mais uma vez em ação?

7. O que o Darth Vader falou para o Luke?

Alguns fãs de Star Wars dizem ter certeza de que a famosa frase dita por Darth Vader é "Luke, eu sou seu pai". Você também achava isso? Então saiba que pode ter assistido ao Episódio V em outra dimensão, porque a verdadeira frase é "Não, eu sou seu pai".

8. "Espelho, espelho, meu..."

Outro exemplo de Efeito Mandela, segundo os adeptos dessa teoria, é a famosíssima frase dita pela Rainha Má em Branca de Neve e os Sete Anões, da Disney: "Espelho, espelho meu, quem é mais bela do que eu?". Talvez a Rainha Má tenha dito essa frase numa realidade paralela. Na nossa dimensão é e sempre foi: "Fala, mágico espelho meu: quem é mais bela do que eu?".

9. A faixa no rabo do Pikachu

Pois é. Até o Pikachu entrou no Efeito Mandela. Parece que muita gente jura se lembrar de uma faixa preta no final do rabo do personagem. Mas essa faixa nunca existiu!

10. "We are the champions... of the world"

Você sabia que a famosa música do Queen não termina com "of the world"? Se você pensava que sim, talvez tenha vivido a experiência do Efeito Mandela. O complemento "of the world" existe, mas no meio da música. Sua existência no final talvez seja um grande engano coletivo ou mais uma manifestação do Efeito Mandela. Vai saber...

Leia também:

Você acredita em reptilianos? Saiba a origem dessa teoria da conspiração

Teorias da conspiração que sacodem o mundo político