Será que foi Afrodite a responsável pela Guerra de Troia?


A Guerra de Troia é uma das mais conhecidas guerras do mundo antigo. Esse conflito entre gregos e troianos durou 10 anos, e foi a causa da destruição da cidade-estado de Troia.

Muitas histórias e mitos contam sobre o inicio da Guerra de Troia, e apesar de muito se falar do rapto de Helena como principal causa, um famoso mito grego conta que teria sido a intervenção de sua meia-irmã, a deusa Afrodite, que iniciou a tão conhecida guerra.

Paris, Helena de Troia e Afrodite
Paris, Helena de Troia e Afrodite

A mais bela entre as mulheres

Quando o casamento de Peleus (Rei da Tessália) e Thetis (uma Ninfa) foi anunciado, todos os deuses foram convidados, exceto Éris, a deusa da discórdia. Ela ficou furiosa com isso e para estragar a festa colocou uma maçã de ouro na mesa do banquete, com uma nota que dizia “para a mais bela”.

Nesse momento, Hera, Afrodite e Atena agarraram a maçã, insistindo que mereciam a fruta. Zeus interveio para evitar uma briga e, como ninguém na festa queria decidir qual das deusas merecia a maçã, ele sugeriu que Paris, o mais belo entre os homens, resolvesse a disputa.

Paris esteve diante de três das mais poderosas deusas do mundo, e todas clamavam por sua atenção, para que ele decidisse. As três concorrentes tentaram subornar Paris: Hera lhe ofereceu riqueza e poder e Atena ofereceu sabedoria e habilidade.

Paris decide quem é a mais bela
Paris decidiria quem é a mais bela das deusas

Afrodite, que conhecia muito dos desejos dos homens, prometeu o amor da mulher mais bela entre as humanas, o que causaria a inveja de todos os seus irmãos. Paris adorou a ideia, pois seus irmãos sempre o trataram como tolo, e aceitou a oferta, declarando Afrodite como a mais bela de todas.

Com essa escolha, Paris ganhou a amizade de Afrodite, porém também conseguiu duas inimigas mortais: Hera e Atena.

A fuga de Helena e Paris

O tempo passou e Paris estava impaciente à espera de sua noiva, então ele saiu acompanhado de Eneias, filho de Afrodite, para encontrá-la. Os ventos os levaram à Esparta, onde o rei Menelau e a rainha Helena, meia-irmã de Afrodite e a mais bela mortal, os acolheram.

Helena e Afrodite
Afrodite encanta Helena para que ela se apaixone por Paris

Durante a permanência de Paris em Esparta, Menelau foi convocado para participar do funeral de seu avô em Creta, deixando Helena para entreter os convidados. Na manhã seguinte, Paris partiu de volta à Troia, levando consigo Helena, que estava sobre encantamentos de Afrodite para acreditar que Paris era seu marido.

A revolta do rei de Esparta e o início da Guerra

Então, chegou aos ouvidos do rei de Esparta que sua mulher havia sido sequestrada por Paris, o príncipe de Troia, e logo Menelau foi atrás de sua esposa para resgatá-la. O rei de Esparta convocou os outros reis da Grécia para o ajudar, e um grande número de guerreiros gregos partiu para Troia.

Destruição de Troia
A destruição da cidade-estado de Troia

Afrodite manteve-se durante toda a Guerra ao lado de Paris e dos troianos, e interviu diversas vezes para os ajudar. Enquanto isso, Hera, que era inimiga de Paris, ficou ao lado dos gregos.

Esse é o modo como a mitologia grega explica o início desta guerra, que durou 10 anos e levou à destruição de toda a cidade-estado de Troia. Agora que já conhece esse mito, acha que a deusa Afrodite poderia estar por trás dessa famosa guerra?