As 7 maravilhas do mundo antigo e outros monumentos que deixariam elas no chinelo hoje!


As Pirâmides do Egito, os Jardins Suspensos da Babilônia, a Estátua de Zeus em Olímpia, o Colosso de Rodes, o Templo de Ártemis, o Mausoléu de Halicarnasso e o Farol de Alexandria foram as sete maravilhas do mundo antigo.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-infografico

Esta lista foi criada pela civilização grega com o objetivo de ser um verdadeiro guia turístico na antiguidade. O número 7 era considerado o número da perfeição para os gregos, este é o motivo da quantidade de maravilhas. Hoje, apenas as pirâmides do Egito continuam de pé e podem ser visitadas pela humanidade.

Mas e as outras maravilhas do mundo antigo? Por que elas eram tão maravilhosas assim e será que a humanidade conseguiu criar monumentos tão impressionantes e visualmente semelhantes desde então? Embarque nessa maravilhosa jornada com a gente e descubra!

1. As Pirâmides do Egito

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-01
Foto das Pirâmides do Egito por Ricardo Liberato (2006).

Construída em: 2.560 a.C.
Localização: Egito

Um antigo provérbio árabe diz que “o tempo ri de todas as coisas, mas as pirâmides riem do tempo”. Localizada em Gizé, terceira maior cidade do Egito, As Pirâmides do Egito, ou Pirâmides de Gizé, é a única maravilha do mundo antigo que permanece preservada e pode ser visitada atualmente. Elas ficam em um complexo arqueológico que abriga diversas pirâmides e a maior esfinge preservada na humanidade.

Três destas pirâmides se destacam das demais pelos seus tamanhos. Quéops é a maior delas, medindo 146 metros de altura, Quéfren possui 143 metros e Miquerinos tem 66 metros. Por 3.800 anos, a pirâmide de Quéfren foi a escultura mais alta encontrada em todo o mundo!

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-02
Foto da Esfinge de Gizé por Mstyslav Chernov (2009).

Essas pirâmides foram construídas com a intenção de servir como tumbas dos grandes faraós no Egito Antigo e foram finalizadas por volta de 2.560 a.C. Historiadores recentes afirmam que ao contrário do que antes era considerado uma verdade absoluta, as pirâmides não foram construídas por escravos, mas por homens livres que trabalharam nestas construções.

Descubra mais curiosidades sobre as Pirâmides do Egito e conheça alguns fatos incríveis sobre o Egito Antigo

2. Os Jardins Suspensos da Babilônia

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-03
Pintura dos Jardins Suspensos da Babilônia por Ferdinand Knab (1886).

Construído em: 600 a.C.
Localização: Iraque

Uma história de amor está relacionada à construção dos magníficos Jardins Suspensos da Babilônia. É dito que o rei Nabucodonosor II construiu a edificação para sua esposa, a rainha Amitis da Média.

Após a unificação dos reinos da Babilônia e Média, Nabucodonosor II se casou com Amitis. Sua esposa, contudo, sentia saudades dos jardins encontrados nas regiões montanhosas de sua terra natal. O rei mandou construir pirâmides com terraços e degraus edificados por belas colunas.

Os terraços possuíam plantas, flores e árvores frutíferas de vários lugares conhecidos no mundo até então. Devido a falta de documentos e resquícios arqueológicos, alguns historiadores duvidam da existência dos jardins. Contudo, alguns deles acreditam em sua existência e dizem que os jardins foram destruídos por causa de terremotos que assolaram a região.

A imagem que foi construída acerca dos mitológicos jardins da Babilônia ao longo dos milênios é a de um vislumbrante deleite natural para os olhos criada pelo homem. Partindo da mesma premissa, o Aeroporto de Singapura possui hoje um complexo tão esplendoroso quanto. Ele se chama Jewel e custou cerca de 1 bilhão de 300 mil dólares para ser construído.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-20
Inaugurado em 2019, os Jardins Suspensos do Aeroporto de Singapura impressionam os visitantes e passageiros. Foto: Matteo Morando

Além dos jardins suspensos dentro deste moderno aeroporto, o local possui ainda a maior cascata artificial interior do mundo. A queda d’água é de 40 metros de altura e impressiona visitantes e passageiros. Será que a Rainha Amitis aprovaria estes jardins?

Leia mais em: Onde ficavam os Jardins Suspensos da Babilônia? Como eram?

3. A Estátua de Zeus em Olímpia

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-04
Pintura da Estátua de Zeus em Olímpia por Quatremère de Quincy (1815).

Construído em: Século V a.C.
Localização: Grécia

É claro que os gregos também iriam adicionar maravilhas de sua região. Uma delas era a Estátua de Zeus em Olímpia, construída pelo escultor Fídias por volta de 432 a.C. Zeus era o deus supremo do Olimpo e diversos templos foram construídos em sua homenagem, nenhum, contudo, se destacava mais que o Templo construído em Olímpia, que guardava a magnífica estátua de cerca de 13 metros do deus grego.

A estátua era feita de madeira, ouro e marfim e era ornamentada com pedras preciosas. Em uma de suas mãos, Zeus segurava a imagem da deusa da vitória e na outra um cetro com uma águia no topo.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-05
Pintura da Estátua de Zeus exposta no Museu Arqueológico de Olímpia.

Durante o período em que a Grécia foi conquistada pelo Império Romano, o imperador Calígula ordenou que a estátua fosse levada à Roma. A cabeça do deus grego seria então substituída pela do imperador. Contudo, o imperador foi morto antes de sua ordem ser cumprida.

Ao longo dos séculos, muitas teorias surgiram para justificar o desaparecimento da estátua de Zeus. A mais comum é a de que a estátua foi levada à Constantinopla, onde foi queimada e destruída.

Leia mais sobre Zeus em: Conheça a história de Zeus, o maior deus da mitologia grega.

Essa estátua era realmente impressionante para a época e foi provavelmente um importante símbolo de adoração para a civilização grega na antiguidade. A título de comparação, o Monumento da Renascença Africana é também um grande símbolo senegalense e pode ser visitada na cidade de Dakar, capital do país.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-21
Com 49 metros de altura, o Monumento da Renascença Africana é um deleite visual para quem visita Senegal. Foto: Peal1903

Este monumento possui 49 metros de altura e custou cerca de 27 milhões de dólares para ser construído. Representando uma família africana olhando para o horizonte, o monumento de bronze simboliza os 50 anos de independência de Senegal e foi inaugurado em 2010, no dia nacional do país, 4 de abril.

4. O Templo de Ártemis

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-111
Maquete do Templo de Ártemis localizada em Miniatürk, um parque de miniaturas em Istambul.

Construído em: 550 a.C.
Localização: Turquia

Muitos historiadores dizem que esta era a maravilha mais bela do mundo antigo. Construído em homenagem à deusa Ártemis, O Templo de Ártemis, também conhecido como o Templo de Diana (deusa correspondente na mitologia romana), era uma gigantesca edificação de mármore ornamentada com metais preciosos.

Ártemis era a deusa da caça, da vida selvagem e patrona das amazonas, as mulheres guerreiras na mitologia grega. Seu templo tinha 113 metros de extensão, 43 metros de largura e 13 metros de altura. Ele se tornou um lugar de peregrinação no mundo antigo, sendo visitado por pessoas de todos os lugares do mundo.

Em 356 a.C., o Templo de Ártemis foi queimado por um homem que desejava alcançar fama a qualquer custo. Dizem que no mesmo dia que o fogo foi ateado no templo, Alexandre, o Grande nasceu. Anos depois, o rei da Macedônia ordenou a reconstrução do Templo de Ártemis que foi destruído novamente e, em seguida, reconstruído.

A última destruição desta maravilha aconteceu devido a ascensão do cristianismo no mundo, mas pouco se sabe sobre o seu verdadeiro fim. Sabemos, contudo, que algumas colunas que sobreviveram ao longo de todos esses anos foram utilizadas para a construção da Basílica de Santa Sofia em Constantinopla, atual Istambul.

Um templo tão impressionante quanto o de Ártemis e que pode ser visitado hoje em dia é o Kiyomizu-dera. Localizado ao leste de Quioto, no Japão, este templo budista foi fundado em 778, no período conhecido como Heian. Contudo, os edifícios encontrados hoje foram construídos em 1633.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-23
O Templo budista de Kiyomizu-dera é hoje Patrimônio Cultural da UNESCO e pode ser visitado no Japão. Foto: Martin Falbisoner

Considerado Patrimônio Mundial da UNESCO e parte dos monumentos Históricos da Antiga Quioto, o Kiyomizu-dera foi também um dos finalistas para a lista das 7 maravilhas do mundo moderno.

5. O Mausoléu de Halicarnasso

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-07
Pintura do Mausoléu de Halicarnasso por Ferdinand Knab (1886).

Construído em: 350 a.C.
Localização: Turquia

Outra maravilha do mundo antigo que se encontrava na região que hoje conhecemos como a Turquia era o Mausoléu de Halicarnasso. Ela era na realidade uma enorme tumba destinada ao rei Persa Mausolo. Essa monumental edificação contou com os nomes mais proeminentes da arquitetura e escultura grega para sua construção.

O Mausoléu foi construído em cima de uma colina e possuía cerca de 45 metros de altura. A estrutura de mármore branco era ornamentada com dezenas de estátuas e uma grande escultura no topo. A estrutura em questão apresentava uma carruagem de quatro cavalos conduzida por Mausolo e sua esposa, Artemísia.

Cerca de 1.000 anos após a sua construção, o Mausoléu de Halicarnasso foi destruído por um terremoto que assolou a região. Durante o período das cruzadas, o que restou da construção foi utilizado para erguer um castelo pelos templários. Hoje, é possível visitar um sítio arqueológico que contém pouco do que restou das ruínas do Mausoléu.

Assim como milhares de pessoas visitavam Halicarnasso para apreciar a magnitude do Mausoléu, um impressionante templo de proporções épicas pode ser contemplado hoje no Camboja. Estamos falando do Angkor Wat, um complexo de templos com uma área de 162,6 hectares.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-24
A maior estrutura religiosa construída pelo homem é um deleite visual para quem visita o Camboja. Foto: jameswheeler

Este complexo é considerado como a maior estrutura religiosa já construída pela humanidade! Inicialmente hindu, hoje o templo é um santuário budista e foi um dos candidatos a fazer parte da lista das 7 maravilhas do mundo moderno.

6. O Colosso de Rodes

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-09
Gravura do Colosso de Rodes por Martin Heemskerck (Século XVI).

Construído em: 280 a.C
Localização: Grécia

O titã Hélio era a personificação do Sol na mitologia grega e uma imponente estátua em sua homenagem foi erguida na cidade de Rodes. A construção desta estátua aconteceu após a vitória dos cidadãos de Rodes contra a tentativa de invasão dos macedônios na ilha.

O Colosso de Rodes foi construído sob um pedestal de mármore que media cerca de 15 metros de diâmetro. A estátua de cerca de 30 metros de altura tinha uma estrutura interna que consistia basicamente em latão. Contudo, para o revestimento, foi utilizado o ferro e o bronze de armas e escudos conquistados durante a guerra.

A estátua foi destruída por um poderoso terremoto que assolou a região por volta de 226 a.C. Séculos depois, quando Rodes estava sob domínio árabe, as ruínas do Colosso foram vendidas.

O Colosso de Rodes inspirou milhares de escultores e arquitetos ao longo dos milênios, inclusive Frédéric Auguste Bartholdi, que utilizou a inspiração da monumental estátua de Hélio para a criação da popular Estátua da Liberdade nos Estados Unidos. Com 63 metros a mais que o Colosso de Rodes, a Estátua da Liberdade possui impressionantes 93 metros de altura e está localizada na ilha da Liberdade, no Porto de Nova York.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-22
A Estátua da Liberdade foi realmente inspirada no Colosso de Rodes e é hoje um dos maiores cartões postais dos Estados Unidos. Foto: Laslovarga

Assim como o Colosso de Rodes, a Estátua da Liberdade é como um cartão portal para a ilha de Manhattan e um símbolo de boas vindas para quem chega no país. Ela é a representação da deusa romana Libertas e um símbolo da independência e liberdade dos Estados Unidos.

7. O Farol de Alexandria

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-17
Pintura do Farol de Alexandria por Johann Bernhard Fischer von Erlach (1721).

Construído em: 250 a.C.
Localização: Egito

Alexandre, o Grande criou um dos maiores impérios no mundo antigo e a cidade que carregava o seu nome, Alexandria, era uma das mais visitadas em todo a região do mediterrâneo. Após a morte de Alexandre, seu sucessor na região, Ptolomeu, comissionou a construção do Farol de Alexandria na ilha de Faros.

Leia mais sobre Alexandre, o Grande em: Quem foi Alexandre, o Grande: o maior rei do Império Macedônico.

O farol foi finalizado durante o reinado de Ptolomeu II, filho do primeiro sucessor. A construção tinha cerca de 130 metros de altura, sendo uma das maiores estruturas até então construídas no mundo antigo. A chama que emanava do topo podia ser vista de até 40 km de distância por navegantes que chegavam à cidade. Dentro do farol, uma estátua de Poseidon, deus dos mares e oceanos, podia ser encontrada.

O Farol de Alexandria permaneceu erguido por cerca de 1.000 anos. Contudo, diversos terremotos na cidade fizeram com que a estrutura colapsasse e em 1.480 o farol já estava completamente destruído. Em uma expedição subaquática na região em 1994, foram encontrados as ruínas do farol. Em 2015, o governo egípcio aprovou um plano para que o farol fosse reconstruído.

Enquanto essa reconstrução não acontece, uma outra estrutura tão impressionante pode ser visitada na cidade de Casablanca, no Marrocos. A Mesquita Hassan II possui uma torre com impressionantes 210 metros de altura. Se na antiguidade o farol de Alexandria possuía chamas que impressionava quem chegava à cidade, a Mesquita Hassan II possui lasers com um alcance de 30 km de distância.

hipercultura-maravilhas-do-mundo-antigo-25
Como uma recepção para quem chega por mar à cidade de Casablanca, a Mesquita Hassan II impressiona com seus 210 metros de altura. Foto: postcardtrip

Inaugurada em 1993, após sete anos de construção, a mesquita foi projetada pelo arquiteto francês Michel Pinseau e custou cerca mais de meio bilhão de dólares.

Gostou deste conteúdo? Conheça também:

7 maravilhas do mundo moderno e as outras 20 finalistas

A Grande Muralha da China: 13 curiosidades e fatos interessantes