12 animais extintos gigantes e assustadores


Podemos dizer que hoje o homem é o predador dominante no planeta. No entanto, ocupamos essa posição por um período de tempo relativamente curto.

Vamos revelar para você animais extintos que eram versões muito maiores e assustadoras do que os que conhecemos atualmente.

1. Andrewsarchus, o lobo gigante

Andrewsarchus

Este animal viveu durante a época do Eoceno, cerca de 45 a 36 milhões de anos atrás, e era um mamífero carnívoro gigante.

Os paleontologistas sugerem que esse predador poderia ter pesado até 1800 quilos, o que possivelmente o tornaria o maior predador de mamíferos terrestres.

2. Meganeura, a libélula gigante

Meganeura

Meganeura eram enormes insetos semelhantes a libélulas, com asas que chegavam a 66 centímetros, tornando-os uns dos maiores insetos predadores voadores na história do mundo.

Sua dieta consistia principalmente de outros insetos e pequenos anfíbios.

3. Deinosuchus, o crocodilo gigante

Deinosuchus

Deinosuchus é um animal extinto semelhante aos crocodilos e jacarés modernos, e viveu entre 80 e 73 milhões de anos atrás.

Medindo até 12 metros de comprimento, Deinosuchus tinha dentes grandes e afiados capazes de matar e comer tartarugas marinhas, peixes e até grandes dinossauros.

4. Dunkleosteus, o peixe gigante

Dunkleosteus,

Vivendo cerca de 380 a 360 milhões de anos atrás, Dunkleosteus era um grande peixe carnívoro.

Graças ao seu tamanho aterrorizante que atingia até 10 metros e peso de quase 4 toneladas, foi um grande predador do seu tempo.

Sua cabeça e tórax estavam cobertas por placas blindadas articuladas, o que fazia com que fosse um nadador lento, porém muito poderoso.

5. Arthropleura, a centopéia gigante

Arthropleura

Viveu cerca de 340 a 280 milhões de anos atrás, aonde agora é a América do Norte.

Arthropleura foi a maior espécie de invertebrado de todos os tempos. Apesar de um tamanho imenso de quase 2 metros, Arthropleura não era um predador, mas um herbívoro que se alimentava de plantas.

6. Arctodus, o urso gigante

Arctodus

O Arctodus ou urso- de-cara-achatada, é um tipo de urso extinto que habitou a América do Norte durante a época do Pleistoceno. Ele existiu até 11 mil anos atrás, o que o torna uma das criaturas mais recentes da lista.

Seu tamanho, no entanto, é pré-histórico. Em pé, tinha até 3,5 metros de altura, e estima-se que o Arctodus tenha pesado mais de 1000 quilos.

Como muitos outros grandes animais do Pleistoceno, o urso-de-cara-achatada perdeu grande parte de sua fonte de alimento com a chegada dos humanos.

7. Megalodon, o tubarão gigante

Megalodon

Megalodon, que significa “dente grande”, é uma espécie extinta de tubarão gigante que viveu entre 28 a 1,5 milhão de anos atrás.

Graças ao seu incrível comprimento de até 18 metros, é considerado um dos maiores e mais poderosos predadores que já viveram na Terra.

Distribuído em todo o mundo, Megalodon parecia uma versão muito maior e aterrorizante do grande tubarão branco moderno.

8. Titanoboa, a cobra gigante

Titanoboa

Hoje, a maior cobra existente é a Python, com um tamanho médio de 7 metros. Porém, 58 milhões de anos atrás, durante a época do Paleoceno, as extintas cobras Titanoboa tinham um tamanho surpreendente, sendo a maior, mais longa e pesada cobra já descoberta.

Os pesquisadores estimam que os maiores animais poderiam ter um comprimento total de cerca de 12 metros e pesavam cerca de 1100 quilos.

Sua dieta geralmente consistia em crocodilos gigantes e tartarugas.

9. Phorusrhacidae, a ave gigante

Phorusrhacidae

A maioria dos pássaros sem vôo hoje, como o avestruz ou o pinguim, são inofensivos para os seres humanos.

No entanto, os Phorusrhacid, também conhecidos como "Pássaros de terror", são um gênero extinto de grandes aves carnívoras.

Eles foram uma das maiores espécies de predadores na América do Sul durante o período Cenozóico, cerca de 62 milhões de anos atrás.

É o maior pássaro predador que não voa que já viveu na Terra, com até 10 metros de altura, e pesando até 500 quilos.

10. Cameroceras, a lula gigante

Cameroceras

Vivendo durante o período Ordovícico, 470 a 460 milhões de anos atrás, Cameroceras era um ancestral antigo e gigante de lulas e octopus modernos.

A característica mais distintiva deste molusco era a enorme concha e tentáculos semelhantes a um cone que usava para pegar peixes e outras criaturas do mar. As estimativas de tamanho da concha variam de 6 a 12 metros.

11. Carbonemys, a tartaruga gigante

Carbonemys

Carbonemys é um gênero extinto de tartaruga gigante que viveu há cerca de 60 milhões de anos. Isso significa que eles sobreviveram à extinção em massa que matou a maioria dos dinossauros.

Um fóssil encontrado na Colômbia sugere que seu casco media cerca de 1 metro e meio.

A tartaruga era carnívora, e tinha mandíbulas maciças e poderosas o suficiente para comer grandes animais como crocodilos.

12. Argentavis magnificens, o pássaro gigante

Argentavis magnificens

Argentavis magnificens foi o maior pássaro voador da história já registrado.

Esses animais possuíam uma envergadura entre 5,8 a 7 metros. Além do seu tamanho surpreendente e peso de 110 quilos, acredita-se que o pássaro engolia presas tão grandes, como gado, de uma só vez.