Entenda as estações do ano pela inclinação da Terra ?


As estações do ano são: primavera, verão, outono e inverno. Essas diferentes estações acontecem em razão de a Terra ter seu eixo inclinado em aproximadamente 23,5º. Assim, o Sol não ilumina toda a Terra na mesma intensidade durante o ano inteiro.

Dependendo da época, há partes do globo terrestre que recebem mais luz solar e outras menos, o que origina as diferentes estações do ano.

Quando acontecem as estações do ano

Apesar de acontecerem sempre nos mesmos meses, há uma pequena variação nas datas de início de cada estação, de ano para ano.

Datas das estações do ano no Brasil em 2020 e 2021

Quando começa o outono no hemisfério sul - Equinócio de outono

Esse é o momento em que o Sol e a Terra estão posicionados de modo praticamente paralelos, o que faz o brilho do Sol ser bastante semelhante nos dois hemisférios. No hemisfério sul, o equinócio de outono marcará o início do outono, que ocorre no ano de 2020 ocorre em 20 de março.

Quando começa o inverno no hemisfério sul - Solstício de inverno

Quando o hemisfério sul recebe menos luz solar, é o solstício de inverno nesse hemisfério, marcando oficialmente o começo do inverno. Ocorre em 20 de junho de 2020.

Quando começa a primavera no hemisfério sul - Equinócio de primavera

Quando o globo terrestre volta a estar em paralelo com o Sol, marca o equinócio de primavera, que é o início da primavera no hemisfério sul, ocorrendo em 22 de setembro de 2020.

Quando começa o verão no hemisfério sul - Solstício de verão

Esse é nome dado para o início do verão, quando o Sol atinge seu momento de maior brilho num dos hemisférios. A data de início do verão varia de ano a ano, sendo que, no hemisfério sul, ocorre no ano de 2020 em 21 de dezembro.

No hemisfério norte será sempre o oposto do hemisfério sul, acontecendo, por exemplo, o solstício de verão quando está ocorrendo o de inverno no hemisfério sul.

? Um erro comum é pensar que é verão quando o Sol está mais perto da Terra. Há uma época do ano em que o Sol e a Terra ficam mais próximos (periélio), em razão de a órbita que a Terra ser eclíptica e o Sol não estar situado bem no meio da órbita, estando mais próximo de uma parte dela. Entretanto, essa aproximação não gera as estações do ano, visto que inclusive é verão no hemisfério norte no momento em que o Sol e a Terra estão mais distantes (afélio).

Veja as representações dos equinócios e solstícios, eventos que marcam o início de cada estação, na seguinte imagem:

Esquema com solstício e equinócio no Hemisfério Sul, assim como a representação do afélio e periélio
Esquema com o solstício e o equinócio no Hemisfério Sul, assim como a representação do afélio e periélio

Os meteorologistas, para facilitar a forma de se referir a estações, utilizam como referência uma separação de três em três meses:

Outono: de março a maio
Inverno: de junho a agosto
Primavera: de setembro a novembro
Verão: de dezembro a fevereiro

Como acontecem as estações do ano

Ao longo do ano, a Terra percorre uma órbita ao redor do sol, num movimento que se chama translação. Para além desse movimento, ela dá, diariamente, uma volta ao redor de si mesma, num movimento que se chama rotação. Acompanhe na imagem:

Esquema com os movimentos de rotação (Terra ao redor dela mesma) e translação (Terra ao redor do Sol)
Esquema com os movimentos de rotação (Terra ao redor dela mesma) e translação (Terra ao redor do Sol)

Durante esses movimentos, a Terra não se encontra posicionada de modo paralelo ao Sol. Caso assim estivesse, o brilho do Sol seria sempre o mesmo durante o ano em todas as regiões da Terra, o que impediria mudanças grandes de temperatura.

A Terra tem uma inclinação de cerca de 23,5º em relação ao seu eixo. Dessa forma, durante o movimento de translação, ela assume posições diferentes ao redor do Sol, com o Polo Sul mais inclinado em direção ao Sol no período de dezembro e com o Polo Norte mais inclinado para o Sol no período de julho. É, portanto, a posição dos hemisférios que muda em relação ao Sol.

Brilho do Sol na Terra mais intenso no Hemisfério Sul (verão)
Brilho do Sol na Terra está mais intenso no Hemisfério Sul, caracterizando o verão

Em razão disso, quando a luz do Sol estiver brilhando com maior intensidade no hemisfério sul, será verão nessa parte do globo e inverno no hemisfério norte. Isto se justifica pelo brilho do Sol deixar o hemisfério sul mais quente e com maior presença de luz solar, enquanto o hemisfério norte fica com um período de luz mais curto durante o dia e com noites mais longas.

Confira a inclinação da Terra e os hemisférios:

Esquema com a inclinação da Terra de aproximadamente 23,5º
Esquema com a inclinação da Terra de aproximadamente 23,5º

Então, é justamente esta inclinação da Terra que explica o porquê de as estações do ano serem diferentes no hemisfério sul e norte. Afinal, quando o Sol está mais próximo do hemisfério sul, ele está automaticamente mais distante do hemisfério norte. Dessa forma, as estações do ano são sempre contrárias nos dois hemisférios: verão/inverno e outono/primavera.

Quais são as características das estações do ano

Folhas outonais (outono) e folhas com neve (inverno)

Nas estações do ano, não são apenas os dias que ficam mais curtos (ou longos) e a temperatura que fica mais fria (ou quente). A natureza também sofre com a influência delas, sendo possível observar a mudança das folhas das árvores, que podem chegar a cair no inverno ou ficar mais amareladas no outono, em razão de as plantas produzirem menos clorofila (o pigmento que as deixa verdes) nessa estação.

As flores brotam na primavera e os animais costumam escolher esta época para se reproduzir! No verão, as folhas costumam estar bem verdes, com muita produção da clorofila.

Flores rosas (primavera) e plantas verdes (verão)

Entretanto, é importante referir que as estações do ano não são bem definidas em todo o planeta. Isto quer dizer que, dependendo da posição na Terra, cada local sentirá as estações de formas diferentes. Será menos evidente a troca das estações quanto mais perto da Linha do Equador, porque, nesta zona do globo, o brilho do sol tende a ser praticamente o mesmo ao longo de todo o ano.

As estações do ano no Brasil

No Brasil, por ser um país de grande extensão territorial, há estados mais próximos da Linha do Equador – como Amapá, Roraima, Amazonas e Pará – e outros mais próximos do Trópico de Capricórnio – como é o caso de São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Em razão disso, há uma grande diferença na intensidade das estações do ano no país.

Mapa do Brasil com o Trópico de Capricórnio e a Linha do Equador
Mapa do Brasil com o Trópico de Capricórnio e a Linha do Equador

Em estados da região norte e nordeste, o brilho do sol é bastante presente em quase todo o ano, o que dificulta a percepção das estações de outono e inverno nessas regiões. Ao contrário, no sul e sudeste do Brasil, é comum sentir mais a mudança de cada estação, sendo regiões onde o frio está mais presente no inverno e no outono.

E é possível ver neve no Brasil? Não é algo muito comum, mas, com sorte, é possível ver um pouco de neve no inverno de algumas cidades de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul!

As estações do ano ao redor do mundo

Há lugares em que as estações do ano podem ser vistas de modo bem mais definido, com as folhas amareladas no outono e com muita neve nas árvores no inverno. No hemisfério norte, isto ocorre por algumas dessas regiões estarem mais acima do Trópico de Câncer, numa zona em que, quando é inverno ou outono, o Sol ficará com o brilho bem mais reduzido, provocando uma forte mudança de temperatura.

No hemisfério sul, essa forte variação das estações do ano é mais fácil de se perceber na Argentina e no Chile, por exemplo, que são regiões que mais para baixo que o Brasil, quando se tem o Trópico de Capricórnio como referência.

Mapa Mundi com os trópicos e a linha do Equador (© KVDP/Wikimedia Commons)
Mapa-múndi com os Trópicos e a Linha do Equador (© KVDP/Wikimedia Commons)

Em alguns países como a China, as chuvas são tão fortes numa época do ano que foi criada uma estação especificamente para esta época, o que faz esse país ter cinco estações: primavera, verão, estio (períodos quentes), outono e inverno.

As estações do ano na linha do Equador

Como vimos, nessas regiões o sol brilha praticamente o ano todo, o que faz ser praticamente impossível perceber bem cada estação. Assim, o outono e a primavera são quase inexistentes e o inverno não é rigoroso. É costume haver, nessa zona, o que se denomina de uma estação quente e úmida e outra quente e seca.

As estações do ano nas regiões polares

As regiões polares são as que mais se nota a falta (e a presença) da intensidade solar. Afinal, quando é verão nessas zonas, é normal haver de 22 horas a 24 horas de sol no dia, havendo também uma temperatura mais quente, embora não chegue a ter tanto calor quanto em outras regiões do globo. Já imaginou viver num local que fica uma época do ano sem escurecer o céu?!

No inverno, ao contrário, as regiões polares podem ter cerca de três meses sem qualquer luz solar, sendo extremamente frio, com temperaturas negativas, que em alguns locais chegam a -55°C.

Um exemplo é a cidade de Tromso, na Noruega, localizada dentro do Círculo Polar Ártico. Lá as pessoas costumam aproveitar ao máximo o verão, pois, quando chega o inverno, ficam em casas preparadas para suportar o grande frio que faz na rua.

Os animais desses locais também precisam se adaptar, havendo muitos que hibernam durante o inverno inteiro.

Gostou desse conteúdo? Você também pode se interessar por estes:

Equinócio de outono: o que é? Quando ocorre?

Planeta Terra: tudo que você precisa saber sobre nosso lar no universo