Mas afinal quantos países existem no mundo? E quem é que decide isso?


Ironicamente, apenas 29,31% da área do planeta Terra não está coberta por água. Isto corresponde a 149,67 milhões km2 divididos em 5 continentes: África, América, Ásia, Europa e Oceania. Ao longo da história da humanidade, que conta com diversas disputas por terrritório, as regiões do mundo foram divididas em países. A quantidade depende principalmente da situação política de cada um deles.

Até a 1ª Guerra Mundial eram contabilizados 57 países no total. Com o término do colonialismo na África e na Ásia durante o século XX, mais o fim do império turco-otomano, no Oriente Médio, este número cresceu. Com a extinção da União Soviética durante a década de 1990, a quantidade aumentou ainda mais.

Fica difícil determinar um número absoluto, pois as principais instituições ligadas a assuntos internacionais determinam quantidades diferentes, de acordo com as suas próprias atividades e poderes. No entanto, a contagem mais aceita como oficial é a da ONU.

ONU

mapa mundi

Para a Organização das Nações Unidas, existem 193 países. Ela parte do princípio que um território é considerado um país, se:

a) Tem os limites geográficos bem definidos;

b) Possui uma população residente;

c) Possui uma moeda própria e autonomia econômica;

d) Exerce a soberania nacional.

Assim, nem todos os governos independentes são contabilizados e, pelas Nações Unidas, Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales contam todos como um único país, o Reino Unido.

Por estes moldes, alguns países acabam por ficar de fora da lista de países-membros. Porém, alguns deles são considerados “observadores permanentes” no cadastro da ONU, situação que os confere direito a voto nas conferências. São eles: Vaticano, Taiwan, Kosovo e Estado da Palestina.

A ONU também deixa de fora possessões e territórios, como é o caso da Groenlândia, de Aruba e das Ilhas Cayman, que respectivamente pertencem à Dinamarca, à Holanda e à Inglaterra.

Pelo sistema das Nações Unidas, cada continente conta com a seguinte quantidade de países:

África: 54

Europa: 50

Ásia: 48

América: 35

Oceania: 14

Instituições esportivas

Bandeiras Olimpíadas by ReproducaoRio 2016
Fonte: Olimpíadas Rio 2016

Apesar da ONU ser a instituição mais amplamente reconhecida como oficial para definir estes dados, outras organizações também assumem uma contagem própria de acordo com os seus propósitos. É o caso da Federação Internacional de Futebol (FIFA) e do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A FIFA contabiliza 211 países, enquanto que o COI tem um total de 202 países-membros da sua organização.

A principal diferença está no fato de a FIFA considerar os territórios do Reino Unido como países diferentes. Assim, Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales contam cada um com a sua própria seleção de futebol. Já no caso das Olimpíadas, o Reino Unido participa em conjunto.

Mas há outras situações semelhantes, Hong Kong e Macau fazem parte da FIFA, mas não do COI, enquanto que Mônaco e Palau podem competir nas Olimpíadas, mas não podem ter seleções de futebol.

Comércio e Código Postal

Mapa by Kelsey Knight
Foto: Kelsey Knight

A Organização Mundial do Comércio (OMC) contabiliza 164 membros. Porém como nem todos os países lidam diretamente com comércio internacional, esta instituição não possui relação com a totalidade de países.

Por outro lado, para a Organização Internacional de Normalização (ISO) o número de países chega a 246. A ISO é responsável pela aprovação de normas internacionais para diferentes áreas técnicas.

Uma destas normas é chamada ISO 3166, a qual determina os códigos de cada país e as suas subdivisões. Através destes códigos é possível enviar uma carta para qualquer lugar do mundo, que os correios internacionais saberão identificar o localização. Mesmo que os países alterem os seus nomes, estes códigos permanecem os mesmos.