Conheça a aranha caranguejeira e saiba se ela é venenosa


No Brasil, chamamos de aranha caranguejeira várias espécies de aranhas pertencentes à família das Theraphosidae. Uma das 947 espécies descritas é bastante famosa por ser o maior aracnídeo do mundo: a aranha-golias-comedora-de-pássaros (Theraphosa blondi), que pode chegar a 26 cm de comprimento (contando suas patas).

Theraphosa stirmi
A gigante Theraphosa stirmi, encontrada na Amazônia,é prima da aranha-golias-comedora-de-pássaros.

Apesar dessas aranhas peludas serem enormes e terem um aspecto assustador, elas são praticamente inofensivas para os seres humanos. Caso se sintam ameaçadas, as tarântulas (como são chamadas fora do Brasil) podem picar, provocando dor intensa no local. Mas fique tranquilo: o veneno das caranguejeiras é inativo no homem e só causa danos em pequenos animais que elas costumam caçar.

Conhecendo de perto a incrível caranguejeira

Essas aranhas provocam fascínio e despertam nossa curiosidade. Vejamos algumas respostas a perguntas bastante frequentes sobre elas:

Qual o perigo de uma caranguejeira?

Como já dissemos, o perigo é quase nulo. O veneno da caranguejeira não oferece perigo aos seres humanos, apesar da picada ser dolorida (como a ferroada de uma vespa). O maior dano que uma caranguejeira pode provocar num ser humano tem a ver com algo bem inusitado: seus pelos.

Theraphosa blondi
Por incrível que pareça, devemos temer não a picada, mas os pelos da caranguejeira.

Quando se sentem ameaçadas, essas aranhas dispõem de um mecanismo de defesa para afugentar predadores. Elas liberam no ar seus pelos urticantes localizados no abdômen, como se fossem pequenos dardos.

Em contato com as mucosas dos olhos e do nariz ou mesmo com a pele, essas pequenas lanças podem causar reações alérgicas bem fortes. É o que diz Danilo Oliveira, professor de Zoologia da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). Segundo ele, em pessoas alérgicas esses pelos urticantes podem ser até fatais.

Qual é o habitat da aranha caranguejeira?

A aranha caranguejeira distribui-se pelas zonas tropicais do mundo, podendo ser encontrada sobretudo em florestas úmidas, como a Mata Atlântica e a Amazônia.

Aranha caranguejeira
Caranguejeiras vivem em florestas tropicais como a Amazônia.

Qual o comportamento da caranguejeira?

A caranguejeira tem comportamento discreto e sedentário, passando boa parte do tempo dentro de sua toca forrada de seda localizada no chão da floresta. Ela pode preferir outros esconderijos, como fendas sob pedras. Algumas espécies de caranguejeiras preferem se instalar em árvores.

Caranguejeira
As caranguejeiras passam boa parte do tempo escondidas em buracos ou fendas.

Trata-se de uma aranha de hábitos noturnos. Quem mais sai da toca é o macho, sobretudo nos períodos de reprodução. Afinal, seria impossível encontrar uma parceira escondido num buraco!

O que a caranguejeira come?

No geral, a caranguejeira come insetos e pequenos animais, como sapos, roedores, répteis e pequenos pássaros. A capacidade de devorar pássaros deu origem ao nome pelo qual a enorme tarântula-golias é conhecida.

A gigante aranha-golias: a maior aranha do mundo!

Theraphosa blondi
A Theraphosa blondi é a maior aranha do mundo!

A Theraphosa blondi é conhecida como a maior aranha do mundo, podendo medir mais de 26 cm de envergadura e pesar 200 g. Essa espécie pode ser encontrada em algumas regiões da Amazônia, tanto na parte do Brasil quanto da Guiana Francesa.

Apesar de seu nome popular - aranha-golias-comedora-de-pássaros -, é mais comum que essas aranhas comam insetos do que pássaros. Esses predadores se utilizam de suas garras inoculadoras de veneno para imobilizar suas vítimas, que são arrastadas e devoradas dentro da toca.

Gostou desse conteúdo? Então experimente ler estes também:

Aranha armadeira: é venenosa? Onde pode ser encontrada?

Conheça as 5 aranhas mais venenosas do Brasil

Aranha viúva-negra: como é sua aparência, onde vive e é venenosa?