Quais foram os 12 trabalhos de Hércules na mitologia grega?


Enfrentar um leão gigante de juba impenetrável, um monstro de várias cabeças e limpar um enorme estábulo em condições precárias foram apenas três dos 12 trabalhos de Hércules na mitologia grega.

Essa é na realidade uma história recheada de inveja, perseverança e redenção. Se você conhece o clássico filme da Disney sobre o herói, deve se lembrar que ele enfrenta diversos trabalhos para se tornar imortal. Mas você sabe quais foram estas missões e os reais motivos que estavam por trás? Descubra agora nesta fantástica e popular história da mitologia grega!

Os 12 trabalhos de Hércules em imagens

hipercultura-12-trabalhos-de-hercules-infografic0-01

Por que Hércules teve que realizar 12 trabalhos?

Filho bastardo de Zeus, Hércules (chamado de Héracles pelos gregos) estava destinado ao trono de Micenas. Contudo, Hera, mulher oficial do poderoso rei dos deuses olímpicos, planejou um parto prematuro para que seu filho, Euristeu, assumisse o trono antes de Hércules.

Já crescido, Hércules continuou a sofrer pela ira de Hera. Em um ataque de alucinação provocado pela deusa, Hércules assassinou sua mulher, Mégara, e seus filhos.

hipercultura-sarcofogo-12-trabalhos-de-hercules
Painel frontal de um sarcófago que apresenta os trabalhos de Hércules. Museu Nacional Romano, Palazzo Attemps, Século 3 dC.

Em uma busca por redenção, ele visitou o Oráculo de Delfos que lhe informou que ele deveria servir ao rei Euristeu por 10 anos e realizar 10 tarefas para que sua honra fosse retomada. Mas espera aí, 10 tarefas? Sim! Como duas tarefas foram anuladas pelo rei ao longo da história, Hércules acabou tendo que realizar 12 trabalhos, dois a mais do que proferido pelo Oráculo. Assim como no filme da Disney, ao fim das missões, Hércules se tornaria imortal.

Na mitologia, existem algumas versões dos 12 trabalhos de Hércules. Apesar de todas possuírem a mesma premissa, algumas divergem em relação a como o herói completou os trabalhos.

Descubra em detalhes como foram essas tarefas e as dificuldades que o nosso herói enfrentou ao longo da jornada épica.

1. Matar o Leão de Neméia

hipercultura-hercules-01
Hércules e o Leão de Neméia. Pablo Peter Rubens (fim do século 18, começo do século 19)

Para sua primeira tarefa, Hércules deveria matar o leão de Neméia e apresentar o seu corpo ao rei Euristeu. Quando finalmente encontrou o leão, nosso herói tentou matá-lo utilizando seu arco e flecha, mas logo descobriu que seu pelo era impenetrável. Hércules então seguiu o leão até uma caverna, onde conseguiu acertá-lo na cabeça e finalmente estrangular a besta até a morte. O herói passou a utilizar o couro do leão como manta e é representado dessa forma em diversas pinturas com este ornamento de conquista.

Quando Hércules foi apresentar o corpo do leão, o rei ficou tão assustado que ordenou que todos os troféus dos trabalhos deveriam ser apresentados do lado de fora dos portões da cidade. Para você ter uma noção do pânico de Euristeu em relação à Hércules, o rei mandou que lhe fizessem um jarro de bronze, para que ele se escondesse toda vez que o herói entrasse na cidade.

2. Matar a Hidra de Lerna

hipercultura-hercules-02
Hércules e a Hidra de Lerna (1875 - 1876). Gustave Moreau.

O segundo trabalho de Hércules consistia em matar a Hidra de Lerna, um ser que possuía diversas cabeças, sangue ácido e hálito tóxico. Na missão, Hércules logo descobriu que toda vez que uma das cabeças da hidra era cortada, mais duas cabeças cresciam no lugar. Para este trabalho, Hércules contou com a ajuda de seu primo. Toda vez que Hércules cortava uma cabeça da hidra, seu primo cauterizava o buraco com uma bastão quente para que não crescesse outra no lugar.

Quando finalmente apenas uma cabeça restava, Hércules conseguiu matar a besta e aproveitou o momento para mergulhar várias flechas no sangue venenoso. Ele iria utilizar estas flechas para completar outras tarefas mais para frente.

Quando Hércules contou ao rei como ele matou a hidra, Euristeu disse que o trabalho não contou, pois ele teve ajuda nesta missão.

3. Capturar a Corça de Cerinéia

hipercultura-hercules-03
Hércules e a corça do monte Cerinéia (1608). Antonio Tempesta e Nicolo Van Aelst.

Em seu terceiro trabalho, Hércules deveria capturar a corça de Cerinéia, uma espécie de veado com chifres de ouro, patas de bronze e que podia correr na velocidade de uma flecha.

Para esta tarefa, Hércules levou um ano inteiro para conseguir finalmente segurar a corça pelos chifres e levá-la à Euristeu. A deusa Ártemis ficou furiosa quando encontrou o herói com o animal que considerava sagrado, mas Hércules a prometeu que o animal retornaria vivo à ela.

4. Capturar o Javali de Erimanto

hipercultura-hercules-04
Hércules e o Javali de Erimanto (1608). Antonio Tempesta e Nicolo Van Aelst.

Para o quarto trabalho, Euristeu tentou combinar as tarefas anteriores. Além de capturar uma presa viva, ela agora seria uma perigosa besta selvagem. O Javali de Erimanto aterrorizava as montanhas da região e matava cidadãos com frequência. Hércules recebeu conselho de um centauro para este trabalho.

De acordo com o mito, ele foi instruído a seguir a besta até uma região de neve pesada, onde o animal não conseguiria se locomover com tanta facilidade. Dessa forma, ele poderia acorrentá-lo para transportar até a cidade. Hércules conseguiu concluir o trabalho e apresentar o javali ao rei que mais uma vez ficou aterrorizado.

5. Limpar os estábulos de Áugias

hipercultura-hercules-05
Hércules nos estábulos de Áugia (1808), autor desconhecido.

Mais de 1000 gados viviam nos estábulos do rei Áugia, que não limpava o local a mais de 30 anos. Para este quarto trabalho, Hércules fez um acordo com o rei Áugia, dizendo que se ele conseguisse limpar o local em apenas 1 dia, ficaria com 10% do rebanho. O rei concordou com o trato, acreditando que a tarefa seria impossível. Contudo, nosso herói utilizou sua força para desviar dois rios e atingir as águas nos estábulos, concluindo a tarefa em poucas horas.

Pela segunda vez, Euristeu não aceitou o trabalho, pois de acordo com ele, Hércules contou com a ajuda da força do rio e não fez esforço para a tarefa.

6. Matar as Aves do Estínfalo

hipercultura-hercules-06
Hércules e as aves de Estínfalo (cerca de 1872), Gustave Moreau.

Para sua sexta tarefa, Hércules teve que enfrentar aves que ameaçam vilas próximas. As aves tinham bicos e calcanhares de bronze para destroçar e comer humanos, além de penas de metal que poderiam atirar em suas vítimas. Hércules utilizou suas flechas envenenadas com o sangue da hidra e matou algumas aves, as que sobreviveram, nunca retornaram ao local.

7. Capturar o Touro de Creta

hipercultura-hercules-07
Mosaico de Hércules capturando o touro de Creta (Entre 201 e 250 d.C).

Utilizando sua enorme força, Hércules conseguiu dominar o poderoso touro que aterrorizava os habitantes da ilha de Creta. Algumas versões contam que ele primeiro estrangulou o animal e o dominou para levá-lo vivo até o rei Euristeu, que o soltou na cidade, causando ainda mais caos.

8. Recuperar as Éguas de Diomedes

hipercultura-hercules-08
Hércules e as éguas de Diomedes (1608). Antonio Tempesta e Nicolo Van Aelst.

Para a oitava tarefa de Hércules, nosso herói teve que recuperar as éguas selvagens do deus Diomedes, filho de Ares, deus da Guerra. Diomedes alimentava as éguas com carne humana e em algumas versões da mitologia, elas cuspiam fogo. Hércules capturou as éguas e deixou que elas comessem Diomedes.

9. Pegar o cinto de Hipólita

hipercultura-hercules-09
Hécules pega o cinto de Hipólita, rainha das amazonas. J. M. Félix Magdalena (2010)

Euristeu desejava o cinto da rainha das amazonas, Hipólita, para dar de presente a sua filha. Em algumas versões, a amazona entregaria o cinto à Hércules pela bravura que tinha ouvido falar sobre o herói. Contudo, ela foi incitada por Hera a enfrentar Hércules, que acabou a matando e recuperando o cinto desta forma.

10. Recuperar o gado de Gérion

hipercultura-hercules-10
Hércules levando o gado de Gérion (1531-76). Giulio Bonasone.

Para sua próxima tarefa, Hércules deveria pegar o gado de um gigante de três cabeças chamado Gérion. Ele primeiro teve de enfrentar um cão de duas cabeças e um pastor bestial para em seguida matar Gérion com sua clave. Apesar dos esforços de Hera em dificultar o trajeto de retorno com o gado, o herói conseguiu entregá-los eventualmente à Euristeu.

11. Recuperar três pomos de ouro

hipercultura-hercules-11
Moisaico que representa Hércules e os pomos de ouro no jardim de Hespérides.

Guardados no jardim de Hespérides, os pomos de ouro (espécies de maçã) eram guardados por um dragão de sete cabeças. Em sua jornada até o local, Hércules encontrou o Titã Atlas que carrega os céus em seus ombros. Hércules pediu à Atlas que buscasse as maçãs para ele enquanto ele seguraria os céus para o Titã.

Atlas matou o dragão de sete cabeças e pegou as maçãs para Hércules. Contudo, ele queria entregar as maçãs pessoalmente ao rei (uma estratégia para se livrar de seu eterno fardo). Hércules, no entanto, foi mais inteligente e disse que só precisaria pegar uma almofada para colocar em seus ombros. Quando Atlas segurou novamente os céus, Hércules partiu para entregar as maçãs ao rei.

12. Capturar Cérbero, o cão de três cabeças

hipercultura-hercules-12
Hércules e Cérbero (1636 - 1637). Pablo Peter Rubens .

Para seu último trabalho, Hércules deveria levar Cérbero, o cão de três cabeças que guardava as portas do submundo, até Euristeu. Hades, deus do submundo, disse que o herói poderia levar o cão para a superfície, contanto que não utilizasse armas. Hércules domou a besta e a levou até o rei. Euristeu, novamente escondido em seu barril de bronze, implorou que Hércules levasse o monstro para fora e nunca mais voltasse à cidade.

Estas não foram as únicas tarefas e jornadas que Hércules enfrentou nas histórias da mitologia grega. Contudo, estes 12 trabalhos são os mais populares e mais retratados ao longo da história. Pinturas, esculturas, mosaicos, filmes, peças de teatro e séries já contaram e recontaram esta épica e inesquecível jornada do deus grego.

Veja também: 

As nove musas da mitologia grega e o que elas representam na arte